Guia Prático II – Como Limpar e Polir Armamento

Due to this article’s length, I thought it wise to publish the English and Portuguese versions separately. For the English version, please click here.

A manutenção de armas e armaduras era uma preocupação constante na Idade Média. Ter armas era ter de as proteger dos elementos, o que implicava uma vigília constante para detectar sinais de humidade ou ferrugem em superfícies metálicas e frequentes idas ao armeiro ou alfageme mais próximo para ter as peças limpas por profissionais. Hoje em dia, cabe a cada recriador ou coleccionador zelar por, e limpar, o seu próprio equipamento. A pergunta para muitos novatos é: como o fazer? Portanto, aproveitei o facto de uma das minhas adagas ter sofrido um bocado com a humidade dos últimos tempos e preparei este guia para tentar auxiliar quem não saiba ainda como eliminar ferrugem e manter tudo limpo e luzidio.

Este guia passo-a-passo foi redigido com algumas indicações do recriador e armeiro Peter Kalkman, amigo a quem deixo um sincero agradecimento.

Como Limpar e Polir Armamento

Materiais:

  • arma ou peça de armadura com ferrugem/patina
  • blocos de lixa plástica, um de grão médio (GR 120) e outro de grão fino (GR 240) (não confundir com blocos de lixa de papel)*
  • massa de polimento
  • esponja pequena
  • pano (de preferência de microfibras) OU camurça
  • pano suave de limpeza (de preferência de algodão)
  • óleo de manutenção

01Preparar todos os materiais antes de iniciar o processo. Da esquerda para a direita: óleo de manutenção (Ballistol); massa de polimento (Unipol); blocos de lixa plástica (aspereza fina em baixo, média em cima); esponja e pano de microfibras.

Nota: É necessário muito cuidado a seleccionar os blocos de lixa. A maior parte dos blocos de lixa existentes no mercado é lixa multi-funções, demasiado áspera para o metal e com grande probabilidade de deixar riscos mesmo nas lixas de grão mais fino. Uma alternativa aos blocos de lixa são esfregões próprios para limpeza de superfícies metálicas (não palha-de-aço para a louça!), por exemplo da marca ScotchBrite.

02É necessário assegurar que a arma ou peça se encontra seca e limpa, sem oleosidades ou sujidades, antes de identificarmos as áreas afectadas pelas ferrugem que tencionamos remover.

03Dependendo do grau de ferrugem presente na peça, podem ser necessários diferentes grãos de lixa. Uma boa indicação geral é começar por um grão médio para remover a maior parte da ferrugem. Ao usar os blocos de lixa, deve esfregar-se de um lado para o outro, lentamente, mudando de direcção várias vezes. Isto evita que se deixe um “rasto” unilinear do processo de remoção de ferrugem no metal.

04A maior parte da ferrugem deverá sair com a passagem do bloco de grão médio. O bloco de grão fino deve ser usado da mesma maneira, em várias direcções, com especial cuidado sobre as zonas que ainda mostrem réstias de ferrugem.

05Após remover a ferrugem, é altura de polir o metal, para lhe devolver e uniformizar o brilho. Antes de aplicar a massa de polimento, é útil passar o pano de algodão sobre a superfície recém-esfregada para afastar quaisquer pós ou sujidades. Não é necessária uma grande quantidade de massa, basta uma pequena noz.

06Com a esponja levemente humedecida, espalhamos a massa de polimento ao longo de toda a superfície. É importante assegurar um revestimento homogéneo da peça.

07 Agora, a parte mais enfadonha: polir o metal. Usando ou uma camurça ou um pano de microfibras, seco e limpo, é necessário esfregar a massa contra a superfície, com vigor mas lentamente. O ideal é esfregar uma pequena área de cada vez – 5-6 centímetros, talvez -, até se obter o polimento desejado. Passamos então à área seguinte, e assim sucessivamente, até termos toda a superfície polida de forma uniforme.

08/09 Depois de se uniformizar o polimento, convém passar o pano de algodão ao longo da superfície e de quaisquer reentrâncias, para limpar possíveis excessos de massa que tenham ficado acumulados em cantos. Por fim, com a arma ou peça limpa, basta aplicar alguns borrifos de óleo de manutenção e espalhá-los e limpá-los com o pano de algodão, para que fique apenas uma fina camada protectora sobre o metal.

10 A massa de polimento pode também servir para limpar outros tipos de metal, como é o caso dos discos de latão nesta adaga de rodelas.

11 E está feito. A adaga está pronta a juntar-se novamente ao resto da colecção! Tenham sempre cuidado em armazenar peças de metal em sítios secos. No caso de armas brancas, mantenham-nas preferencialmente fora das bainhas, já que os interiores de couro ou de madeira podem reter alguma oleosidade ou humidade e auxiliar à propagação de ferrugem.

Espero que este pequeno guia tenha sido proveitoso. Para qualquer questão relacionada com o processo ou com os materiais, basta enviarem-me uma mensagem. Boa recriação!

* Tive imensas dificuldades em encontrar blocos deste tipo em Portugal, pelo que os mandei vir os meus dos Países Baixos, da loja Zwaard en Volk (http://shop.zwaardenvolk.nl/) de produtos de HEMA e recriação. Podem encontrar os blocos em três gradações diferentes, assim como óleo Ballistol, através do endereço: https://woo.zwaardenvolk.nl/en/product-category/miscellaneous-en-default-category-en-default-category-en/onderhoud-en/ .

Advertisement

One thought on “Guia Prático II – Como Limpar e Polir Armamento

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s