MorBase – Reconstituição 3D do Passado de Montemor-o-Novo | MorBase – 3D Reconstructions of Montemor-o-Novo’s Past

Portugal é um país de poucas iniciativas, mas não menos louváveis quando as há. Uma dessas iniciativas é a Morbase, caracterizada no próprio sítio como uma “plataforma de divulgação do património cultural móvel e imóvel, material e imaterial” de Montemor-o-Novo. De particular interesse para a recriação quatrocentista são as reconstituições digitais, ou propostas de reconstituição, feitas pela equipa do projecto.

Apesar da data-limite escolhida extravasar por cerca de meio século o  limite temporal deste meu blogue, projectos como estes permitem-nos um vislumbre do passado, um olhar fugaz que não deveria em muito escapar à realidade quatrocentista.

Estas reconstituições, pese embora alguma escassez de detalhe (por razões óbvias),  conduzem-nos a uma ideia muito concreta do que é uma povoação do sul de Portugal nos finais do século XV e inícios de século XVI –  de como se estruturam as suas ruas e edifícios, qual o aspecto da sua paisagem urbana. Um recurso tão precioso, dada a escassez de património construído e bem conservado de que dispomos da época.

E a Morbase não se fica pelas reconstituições. É uma excelente combinação de base de dados, museu e biblioteca digital, com conteúdos desde a época romana até quase aos nossos dias. É, enfim, mais um projecto extremamente meritório, que não recebeu por cá a devida atenção.

A Morbase pode ser consultada em: montemorbase.com .

 –||–

Portugal is a country of few but very praiseworthy initiatives. One of these initiatives is Morbase, described on its own website as a ‘platform for the dissemination of the movable and immovable, material and immaterial cultural heritage’ of Montemor-o-Novo, a sleepy little town in Évora. Of particular interest for fifteenth century reenactment are the digital reconstructions, or reconstruction proposals, made by the project’s team.

Although the reconstructions are based on 1534’s Montemor, i.e. some fifty years beyond my blog’s chosen timeline,  projects like these allow us a glimpse of the past, a fleeting glance that shouldn’t have been too dissimilar to the town’s 15th century aspect.

These reconstructions, despite some scarcity of detail (for obvious reasons), give us a very concrete idea of what a southern Portuguese town looked like in the 15th and 16th centuries – how its streets and buildings were organised, the morphology of its urban landscape. An extremely precious resource, given the rarity of well-preserved heritage from that period.

And Morbase does not stop at virtual reconstructions. It is an excellent combination of database, museum and digital library, with contents ranging from Roman times almost to the present. It is, overall, another extremely meritorious project, which did not receive due attention in the country.

Morbase can be found at: montemorbase.com .

Advertisement

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s