A Sociedade Medieval Portuguesa, A. H. de Oliveira Marques – Crítica | Review

A SociedadSociedade 1e Medieval Portuguesa

A. H. de Oliveira Marques

Não é em vão que este volume é considerado a “Bíblia” dos estudos medievais dos séculos XIV e XV em Portugal.  A Sociedade Medieval Portuguesa – Aspectos da Vida Quotidiana é, na sua mais recente edição (2010, Esfera dos Livros) um pequeno volume de apenas 352 páginas que retrata um conjunto de facetas da vida diária no Portugal tardo-medieval. Desde a alimentação ao vestuário, passando pela religião, o lazer, a habitação, a higiene e outras instâncias do quotidiano medieval, a abordagem de A.H. de Oliveira Marques é sistemática, objectiva, e indispensável para se formular um quadro geral conciso da vivência no Portugal da época. Os dados apresentados assentam numa pesquisa extremamente cuidada e numa profusa selecção de fontes, filtrando assim muito do teor conjectural que caracteriza outros textos sobre a Idade Média em Portugal.

O livro peca, infelizmente, em duas vertentes. A primeira é a componente ilustrativa. Para lá das fontes visuais da época, escolhidas a dedo, o estudo de Oliveira Marques faz-se acompanhar por ilustrações de Vitor André, criadas para a primeira edição da obra em 1963 – ilustrações estas que apresentam algumas incorrecções factuais nos seus adereços (o caso da calça solada, Fig. 38, por exemplo) e uma estilização exagerada e imprópria para um texto académico, na minha opinião. A segunda é a nomenclatura utilizada. A prosa de Oliveira Marques é acessível e clara, pretendendo o autor escrever (segundo o Prefácio à 1ª Edição) não só para um público académico como também para um público geral. Infelizmente, vários termos técnicos ou medievais são apresentados sem qualquer explicação que não a contextual, ou são-nos remetidos para outros trabalhos do autor – o que, convenhamos, não representa uma boa organização de material, e não é de grande auxílio ao autor leigo.

Apesar disto, este é um livro indispensável a qualquer estudioso da alta Idade Média em Portugal e é – juntamente com História da Vida Privada em Portugal – Volume 1 coordenado por José Mattoso – um dos dois volumes de aquisição absolutamente obrigatória para o recriador de século XV português (a 1ª edição encontra-se também traduzida para Inglês como Daily Life in Portugal in the Late Middle Ages, publicado pela University of Wisconsin Press em 1971).

— || —

A SociedadSociedade 1e Medieval Portuguesa

A. H. de Oliveira Marques

There’s a reason why this volume is considered the “Bible” of 14th and 15th century Portuguese medieval studies. A Sociedade Medieval Portuguesa – Aspectos da Vida Quotidiana is, in its most recent edition (2010, Esfera dos Livros) a small volume of only 352 pages that explains and characterises a set of aspects of daily life in late medieval Portugal. From food to clothing to religion, leisure, housing, hygiene and other instances of medieval life, A. H. de Oliveira Marques’s approach is systematic, objective, and indispensable to gaining a clear and concise picture of life in Portugal at the time. The data presented are the result of extremely careful research and a profuse selection of sources, thus filtering much of the conjectural content that is so often a part of other texts about the Middle Ages in Portugal.

The book shows two flaws worthy of note, unfortunately. Firstly, the illustrations. Apart from the hand-picked visual sources of the era, Oliveira Marques’s study is accompanied by illustrations by Vitor André, created for the book’s first edition in 1963 – illustrations that present some factual inaccuracies  (the case of the soled hose, Fig. 38, for example) and an exaggerated stylization, in my opinion improper of an academic text. Secondly, vocabulary. Oliveira Marques’s writing style is accessible and clear, as per the author’s intention to write (according to the Preface to the 1st Edition) not only for an academic audience but for a wider general public as well. Unfortunately, several technical or medieval terms are presented with no explanation other than a contextual one, or are referred to other works by the author – which, I must say, doesn’t not show great organisation of sources, and is of no great assistance to the lay author .

In spite of this, this is an indispensable book for any student of the high Middle Ages in Portugal, and it is – along with História da Vida Privada em Portugal – Volume 1, coordinated by José Mattoso – one of the two absolutely mandatory volumes for the Portuguese 15th century reenactor (the book’s 1st edition is also translated into English as Daily Life in Portugal in the Late Middle Ages, published by the University of Wisconsin Press in 1971).

Advertisement

One thought on “A Sociedade Medieval Portuguesa, A. H. de Oliveira Marques – Crítica | Review

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s